Autoconhecimento: Ponto de Partida para a Saúde

A OMS (Organização Mundial da Saúde) define saúde como “o completo estado de bem-estar físico, mental e social, e não, simplesmente, a ausência de enfermidade”. Para estarmos de bem com a vida é preciso, acima de tudo, ter saúde. Saúde deve ser uma busca constante e ao longo de toda a vida. Leva tempo e exige dedicação permanente. Ser saudável é estar em harmonia com o nosso corpo e ambiente em que vivemos. Para viver plenamente e com qualidade de vida, não basta cuidar somente da beleza e do corpo, é preciso mais, que nossa saúde física, mental, emocional e espiritual esteja sempre em concordância. E não somente isso, precisamos equilibrar, também, a saúde familiar, profissional, financeira, social e ambiental.

Leia mais

Compartilhar

Microsemiótica Irídea - Questões Bioéticas

O momento atual da história é marcado por extraordinárias descobertas científicas, principalmente, no contexto da saúde e da vida. Esta realidade vivida por estas gerações de mudanças no âmbito “viver” transforma-se em verdadeiras lutas travadas com nossas certezas éticas, filosóficas, morais, etc. Este ritmo torna-se cada vez mais acelerado, à medida que pesquisas científicas buscam quebrar certos dogmas que, até então, eram intocáveis, isto faz crescer em nós a inquietude e angústia na busca por segurança de verdade vital.

É verdade que ainda lutamos por coisas básicas em termos de vida saudável em nossas terras. A exclusão e a desigualdade que tanto escravizam e marginalizam milhões de seres humanos hão de ser superadas, pois a descoberta científica deverá estar a serviço de todos e não de uma super elite privilegiada de pessoas. Nessa sociedade, chamada de conhecimento, devido à rapidez das comunicações, muitas coisas se tornam obsoletas do dia para a noite.

Leia mais

Compartilhar

Perdão: o antídoto que remove o veneno do ressentimento

“Não é o que os outros fazem nem nossos próprios erros o que mais nos prejudica; é a nossa resposta. Se perseguimos a víbora venenosa que nos mordeu, a única coisa que conseguiremos será provocar que o veneno se estenda por todo o nosso corpo. É muito melhor tomar medidas imediatas para extrair o veneno.” (S. Covey).

O ressentimento é um sentimento parecido a uma reação emocional negativa ante um estímulo que é percebido como ofensa ao próprio eu e que permanece no interior do sujeito, de forma que se volta a vivenciar, a sentir uma e outra vez (se re-sente).

O evento agressivo fica armazenado no fundo da consciência, e quando não advertido, ali fica encubado, fermentando a sua amargura, infiltrando-se em todo o nosso ser e acaba sendo reitor de nossa conduta e de nossas menores reações. Este sentimento que não foi eliminado, mas que se reteve e passou a estar incorporado a nossa alma é o ressentimento.

Leia mais

Compartilhar

Top